A escalação do Bayern de Munique 2009/2010

Sob o comando do holandês Louis van Gaal, o Bayern de Munique parece estar voltando a ser um dos times mais competitivos da Europa depois de ter dificuldades nas últimas temporadas. O treinador holandês tem apostado na forma de 4-3-3 consagrada em seu país e que ele utilizou naquele histórico Ajax de 1995.

O ponto forte do time são justamente os ponteiros característicos do esquema. Apesar de Ribery ter frequentado o banco em alguns jogos, como o de ontem contra o Nuremberg, ele certamente ganhará a vaga de titular, e fará parceria com o holandês Robben. Gomez, Klose e Toni disputam a vaga de centroavante. Olic, titular ontem, pode jogar tanto como centroavante como na esquerda.

A escalação abaixo não traz Van Bommel (machucado), mas, quando ele voltar, Tymoschuk sai. Pelos lados atuam Schweinsteiger e o ótimo Thomas Muller, que voltou a ter boa atuação diante do Nuremberg.

A defesa é o setor mais problemático. Pranjic e Braafheid não convencem pela lateral-esquerda, onde Lahm poderia atuar se o elenco tivesse outro lateral-direito de qualidade. Na zaga, Van Buyten vai bem, mas Badstuber também tem jogado mal. O ex-são-paulino Breno continua no banco de reservas.

Bayern 2009/2010

José Antonio Lima

32 anos, jornalista. Tem como maior patrimônio os álbuns completos das Copas de 1990, 94, 98, 2002, 2006, 2010 e 2014.
Todos os posts do

Assine a newsletter do Esporte Fino