Equador será 17º país na final do Mundial de Clubes

A LDU colocou o Equador no mapa do Mundial de Clubes com a vitória por 2 a 0 contra o Pachuca. Agora são times de 17 países diferentes que já disputaram a final, contando os campeonatos organizados pela Fifa e as edições anteriores, que de 1960 a 2004 reuniram os campeões da Libertadores e da Liga dos Campeões.

A Argentina é o país que mais vezes colocou times na final do Mundial. Foram 18 vezes, contra 15 do Brasil e 12 da Itália. Apenas dez países já colocaram uma equipe mais de uma vez na decisão.

Alguns clubes que disputaram a final do Mundial de Clubes não haviam vencido o torneio de seus continentes. Caso, por exemplo, do Panathinaikos, que em 1971 herdou a vaga graças à desistência do Ajax, para quem havia perdido a Liga dos Campeões. O time grego acabou derrotado pelo Nacional, do Uruguai. Confira o número de vezes que cada país teve um time na final do Mundial de Clubes:

Argentina – 18
Brasil – 15
Itália – 12
Espanha, Inglaterra e Uruguai – 8
Alemanha – 5
Holanda e Portugal – 4
Paraguai – 3
Colômbia – 2
Chile, Equador, Escócia, Grécia, Iugoslávia, Romênia e Suécia – 1

Rodrigo Borges

37 anos, apaixonado por futebol americano e automobilismo, esporte que já existiu no Brasil.
Todos os posts do Borges

6 Palpites

  1. Luiz Augusto Lima

    Mesmo com a recuperação dos brasileiros nos anos 90 e Século 21, os argentinos ainda dominam o cenário de clubes no continente…

  2. Hugo Becker

    Lembrando que em quantidade de títulos, os argentinos só perdem para os brasileiros em um único ítem: Títulos mundiais de seleções. No resto, o domínio argentino é amplo.

  3. Mas um dado sobre este levantamento é relevante. Se pegarmos apenas de 1975 até hoje, o Brasil fica em primeiro lugar na lista.

  4. Alan

    Tomando como dados essas estatisticas e historia da seleção brasileira é incrível como o futebol brasileiro sai de coadjuvante na américa do sul e passa a ser o ator principal. rs

  5. Acho que em uns 10 anos, o Brasil empata ou ultrapassa a Argentina nesse critério.

    Você citou o caso do Panathinaikos, em 1971, que foi no lugar do Ajax disputar o título mundial, e que acabou me lembrando o caso do Atlético de Madrid, em 1974, que se sagrou campeão mundial sem nunca ter ganho a Liga dos Campeões, já que foi no lugar do Bayern enfrentar o Independiente.

Deixe seu palpite

Compre o livro "Esporte Fino - O Esporte Além dos Resultados"