O São Paulo foi rebaixado no Campeonato Paulista de 1990?

A polêmica sobre o rebaixamento do São Paulo no Campeonato Paulista de 1990 ressurgiu graças à publicação de um guia do torneio de 2009 chancelado pela Federação Paulista de Futebol (FPF). Nele, consta que o São Paulo foi rebaixado. A Folha de S.Paulo foi atrás da polêmica e falou com o historiador Rodolfo Kussarev, responsável pelo guia. Kussarev atribuiu a informação sobre a queda do São Paulo para a segunda divisão estadual ao livro A História do Campeonato Paulista, dos jornalistas André Fontenelle e Valmir Storti.

A matéria da Folha não esclarece se o São Paulo foi ou não rebaixado, mas dá a entender que não, e traz declarações de dirigentes do clube atribuindo a informação do guia às rusgas atuais entre o São Paulo e a FPF.

O ponto central da polêmica é o seguinte. O regulamento do Campeonato Paulista de 1990 determinava que, em 1991, os 24 participantes seriam divididos em duas chaves. No grupo verde estariam os 14 primeiros do Paulistão-1990. No amarelo estariam os dez últimos e mais quatro equipes de uma Divisão Especial. O regulamento dizia ainda: “não haverá descenso” em 1990.

No site da revista Época, onde trabalha atualmente, Fontenelle publicou a reportagem da Folha de 21 de junho de 1990, que trata o ocorrido como o rebaixamento do São Paulo. O jornal mostra claramente o clima do dia e publica a fala do então diretor de futebol do São Paulo, Fernando Casal de Rey, que lamenta o “pesadelo” de ter ficado entre os dez últimos (grupo amarelo) e fala em apelar ao tapetão para mudar o regulamento de 1991 e permitir que o São Paulo possa disputar o título. Depois de tudo isso, as conclusões são as seguintes:

1) Apoiados na frase “não haverá descenso”, os são-paulinos defendem que o time não foi rebaixado. Outros acham que o time foi rebaixado de facto, mas não de jure, afinal, jogou a maior parte do Campeonato Paulista de 1991 fora da elite.

2) A matéria da Folha de 1990 e o título do São Paulo em 1991 deixam claro que o regulamento de 1991 foi alterado, ou pelo menos sofreu uma nova interpretação. Afinal, a realidade em junho de 1990, como comprova Casal de Rey, era de que o São Paulo estaria fora da disputa do título e, portanto, em uma divisão inferior à elite, uma definição “tucana” de rebaixado.

3) A maior preocupação do São Paulo parece ser perder a legitimidade do título de 1991, mas isso não vai ocorrer. Por mais triste e vergonhoso que seja, viradas de mesa como essa fazem parte da história do futebol brasileiro e todos temos que conviver com isso.

132

José Antonio Lima

32 anos, jornalista. Tem como maior patrimônio os álbuns completos das Copas de 1990, 94, 98, 2002, 2006, 2010 e 2014.
Todos os posts do

Assine a newsletter do Esporte Fino